Página Inicial Notícias

Prefeitura de Carnaíba contrata profissionais especializados para atender alunos com deficiência auditiva e visual

Um olhar especial e diferenciado. É assim que a Prefeitura de Carnaíba, através da Secretaria de Educação, atende suas crianças. A contratação de duas profissionais especializadas nas linguagens de libra e braile só vem reforçar o compromisso do município com uma política educacional inclusiva. “Estamos muito felizes em conseguir oferecer esse serviço, essencial para essas crianças, fortalecendo e possibilitando a inclusão na escola e na sociedade”, afirmou Cecília Patriota, secretária de Educação do município.

Pensando em oferecer condições de autonomia e aprendizagem adequada a essas crianças e adolescentes, o município instalou o Núcleo Psicossocial da Secretaria Municipal de Educação, com a psicóloga e coordenadora pedagógica Teresa da Luz e a assistente Social Thainy Burgos. “A estrutura de trabalho, foi pensada não somente para os alunos, como também para a comunidade escolar e a família. É, de fato, um processo inclusivo”, explica Tereza Luz.

São duas crianças com deficiência auditiva, que vão aprender a língua de sinais, Libras. José Carlos com 5 anos, mora e estuda na Matinha, na Escola José de Queiroz, e Victor da Escola José Batista em Ibitiranga. Eles serão atendidos pela professora em Libras, Ana Paula Rodrigues. Já Maria Cineide Ramos vai acompanhar Maria Rita, deficiente visual, aluna da Escola Domingos Jacinto, em Ibitiranga e também oferecer formação para os professores e familiares da aluna.

“Eu vejo essas contratações como um marco na história da educação inclusiva municipal. As pessoas que passarão a ministrar essas aulas tem, além do conhecimento teórico, uma "paixão" pela causa da inclusão. A exemplo disso, Cineide Ramos, que oferecerá o Braille, é mãe de dois jovens cegos e passou a interessar-se pela temática para oferecer aos filhos condições adequadas de aprendizagem diante das necessidades deles”, disse Tereza Luz, coordenadora pedagógica do Núcleo.

O município já possui equipamentos e materiais necessários para realização desse trabalho, como máquina de escrever em Braille, computador, Impressora para Braille, livros infantis, entre outros.  “Tivemos o cuidado de escolher profissionais capacitados, com ótima formação, para garantir um trabalho com qualidade e que realmente possibilite um desenvolvimento educacional adequado”, explicou Cecília.

- « Voltar