Página Inicial Notícias

Decreto Municipal regulamenta as novas regras de convivência em vigor a partir desta quinta-feira (01/04)

A partir de amanhã (01/04) começa a vigorar o novo Plano de Convivência com a Covid-19, em todo o Estado de Pernambuco. Em Carnaíba, o plano foi regulamentado pelo Decreto Nº 016, de 31/03/21. Será permitido o retorno das atividades sociais e econômicas de forma gradual, obedecendo-se os protocolos específicos, especialmente quanto à limitação da capacidade de ocupação dos ambientes (50%) e horários de funcionamento.

O acesso aos parques e praças do município estão liberados, permanecendo vedado a utilização de equipamentos de som. As atividades religiosas voltam a ter celebrações presenciais, das 5h às 20h de segunda-feira a sexta-feira, e das 5h às 17h nos finais de semana e feriados, observando o limite de 50% da capacidade dos locais e fazendo observação das normas de higiene, uso de máscaras e mantendo o distanciamento.

Comércio em geral, oficinas e autopeças, lava jatos, casas de ração, material de construção, confecções, sapatarias, escritórios comerciais e de prestação de serviços, salões de beleza, barbearias, cabelereiros e similares voltam a funcionar das 07h às 17h de segunda-feira a sexta-feira, e das 06h às 14h nos finais de semana e feriados. Já as academias e demais estabelecimentos voltados à prática de atividades físicas funcionarão nos seguintes horários: das 05h às 20h de segunda-feira a sexta-feira, e das 5h às 17h nos finais de semana e feriados.

Restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência, bares e similares com capacidade de 50% (cinquenta por cento) da capacidade total, mantendo-se a proibição da utilização de som podem funcionar das 05h às 20h de segunda-feira a sexta-feira, e das 9h às 17h nos finais de semana e feriados. Feira livre e mercados públicos das 05h às 13h de segunda-feira ao sábado.

As agências bancárias e lotéricas ficam autorizadas a funcionar fora do horário estabelecido para o comércio, caso haja atendimento para recebimento de benefícios sociais e de auxílio emergencial financeiro do Governo Federal.

Confira abaixo, o Decreto na íntegra:
 

 
- « Voltar